Análise: ICO

Hoje a análise vai ser de outro game da Team Ico. Ele é pouco conhecido e é até considerado "chato" para alguns, mas eu acho ele muito bom e eu tinha que falar sobre ele aqui no blog. A análise de hoje é de Ico.
Ficha técnica
Nome do jogo: Ico
Gênero: Plataforma, Puzzle
Classificação: Teen (12 anos)
Desenvolvedora: Sony Computer Entertainment/Team Ico
Lançamento: 06/12/2001 
Consoles: PS2 e PS3



História
O protagonista do game é Ico, um garoto que nasceu com chifres. Por esse motivo, ele é considerado um mau-presságio para a sua aldeia. Os aldeões querem se livrar a qualquer custo do menino com chifes. Para isso, Ico é colocado em um sarcófago, que é levado até um castelo rodeado de água, onde ficará aprisionado até a sua morte. O plano parecia ser perfeito, mas...
O inesperado acontece: com o início de um terremoto a porta do sarcófago se abre. Ico aproveita a oportunidade para tentar fugir. A partir daí, ele começa a vaguear pelo castelo. Durante suas andanças, ele encontra a princesa Yorda, uma garota presa em uma gaiola gigante e que fala uma língua estranha. Assim, Ico ganha uma companhia que o ajudará a conseguir escapar do castelo. A antagonista da história é a Rainha, mãe de Yorda. Ela tentará manter Ico e Yorda presos no castelo, mas em especial Yorda, pois ela pretende se apossar do corpo da filha para ficar mais jovem. O resto da história, você confere...

Jogabilidade
Como sempre, a jogabilidade dos games da Team Ico são um show à parte. É um jogo extremamente 'simples', já que não há a necessidade de fazer upgrades em armas e nem há muitos diálogos. E os poucos que têm só da pra entender com legendas, pois o jogo utiliza uma lingua fictícia.
Ico pode correr, pular e claro, resolver muitos quebra-cabeças, que consistem em usar elevadores, transportar coisas, etc. para conseguir passar as fases. Alguns são extremamente difíceis e cansativos. Outro ponto forte da jogabilidade é a amizade com personagens de inteligência artificial, assim como ocorre em outros games da empresa (como Shadow of the Colossus). Basicamente, devemos proteger a princesa Yorda o tempo todo dos ataques das criaturas-sombra, que aparecem toda hora (o que pode ser muito chato, de vez em quando). Por falar em Yorda...
A princesa Yorda
É a garota que nos acompanha. Sua participação no jogo é muito importante, pois sem ela, seria praticamente impossível resolver vários quebra-cabeças ou abrir as portas do castelo (afinal, só ela que consegue abrir aquelas portas). Ela é constantemente perseguida por criaturas-sombra, por isso, devemos ficar protegendo ela toda hora. Algo que pode irritar às vezes.

Um game injustiçado
Em Ico a ação é escassa, praticamente passamos mais tempo andando com Yorda do que lutando contra alguém. E os quebra-cabeças, por serem um pouco complicados fazem os jogadores de primeira viagem desistirem rápido de jogar. Por esses aspectos, Ico é um jogo mal-visto aos olhos de muitos gamers. E eu acho isso uma tremenda injustiça, pois Ico é um jogo ótimo. Shadow of the Colossus também não tem ação em excesso, mas fez sucesso. Por que isso? Eu me diverti mais jogando os games da Team Ico do que qualquer outro game. No começo, vcê até pode achar chato, mas quando você começar a jogar bastante e se viciar, vai mudar seus conceitos. Por isso, se alguém disser que Ico é chato, não acredite!
Essa é minha opinião. Problem?

Ligação com Shadow of the Colossus
Ico tem uma forte ligação com Shadow of the Colossus, outro grande jogo da Team Ico. Por exemplo, as histórias se interligam, os personagens falam a mesma língua e o jogo aparentemente se passa no mesmo mundo. Mas isso é meio complexo de falar agora, então, é assunto pra outro post... espero que vocês joguem Ico e curtam bastante!

Prós e contras
- Um game muito divertido, embora eu tenha demorado a aprender isso
- Uma história envolvente que me fez passar horas a fio procurando entender
- Imersão em um mundo totalmente novo
- Pouca ação
- Quebra-cabeças difíceis

Bom, acabei mais uma análise, desta vez, foi bem curta. Afinal, joguei esse jogo poucas vezes, mas foi o suficiente pra me viciar e entender a história. Desculpem a falta de imagens também. É difícil achar imagens desse jogo. Mas conforme eu for jogando, vou adicionando mais coisas aqui, OK?

Que a força esteja com você!
#estacaodosjogos

 

 © 2011 - 2012 Estação dos Jogos | Design por Tiago Muniz e Jefferson Costa
 PageRank